Santiago que trabalha, empreendedorismo que transforma| projeto divulgará iniciativas

Data: 22/05/2020

Uma das consequências da pandemia é a forma como atinge a economia de cada município, Estado e do país inteiro. Por isso, mais do que nunca, cada centavo conta e preservar a economia local se torna um fator essencial. Priorizar as compras nas empresas que geram empregos no município, em vez de comprar pela internet, tem sido uma ideia que está ganhando força.

E a Secretaria de Desenvolvimento Social, a de Desenvolvimento Econômico e o Núcleo de Comunicação da Prefeitura unem forças num novo projeto, que se chama "Santiago que trabalha, empreendedorismo que transforma". E consistirá na divulgação dos pequenos negócios e trabalhadores informais ou formais, fazendo com que as mídias sociais da Prefeitura sejam como uma vitrine. Vamos mostrar isso através de reportagens no site, vídeos ou postagens no Facebook e Instagram. Os CRAS Vó Ângela, Volante e Delci Viero Ruivo é que vão monitorar e informar as atividades empreendedoras em seus territórios.

Pães, bolos e roscas

Para começar, apresentamos a Mariângela Minuzzi, moradora do bairro São Vicente. Até poucos meses ela trabalha na padaria de um supermercado e usou da experiência para trabalhar e sustentar sua família. Mãe de dois filhos, ela produz pães, bolos e roscas e vende pela vizinhança. O trabalho exige muito, mas Mariângela acredita que está conseguindo fazer uma boa clientela, que demonstra satisfação com o seus produtos e compra com frequência.

Produtos e contato

  • Pão caseiro- R$ 5
  • Roscas (10 unidades)- R$ 6
  • Biscoitos (10 unidades)- R$ 6

Bolos

  • Sem cobertura- R$ 10
  • Com cobertura (nega maluca, mesclado, de cenoura, formigueiro)- R$ 13
  • Caramelizados de banana e abacaxi R$ 12
  • Churros invertido com canela ou sem canela e de limão- 14 reais
  • Milho com goiabada R$ 12 reais

Encomendas pelo fone 99633-2373.

Gallery_big_fc6999943de65c1560ff01540063e1d5
Prefeitura vai divulgar iniciativas empreendedoras e pequenos negócios.