Santiago contra a dengue| Ações de combate ao Aedes serão intensificadas

Santiago contra a dengue| Ações de combate ao Aedes serão intensificadas

Com mais de 2.500 casos de dengue e duas mortes confirmadas, o Rio Grande do Sul volta a se preocupar com o Aedes aegypti. Em Santiago, a Secretaria de Saúde local já está ativa, articulando estratégias para deter a proliferação do mosquito e combater a doença. O secretário municipal, Éldrio Machado, relatou um caso importado, além de quatro suspeitos aguardando resultados de exames.
Nesta manhã, uma reunião ocorreu na 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, visando o apoio do Exército em operações de erradicação de focos, seguindo o exemplo do ano anterior, quando o índice de infestação era de 9 pelo Lira. A cooperação entre agentes comunitários de saúde e o Exército reduziu esse índice para cerca de 1, diminuindo a presença do mosquito.
O general Ádamo Colombo confirmou a participação do Exército nessas ações, com apoio adicional da Defesa Civil. Nos próximos dias, a Vigilância Epidemiológica aplicará fumacê em áreas críticas, incluindo o centro, Santiago Pompeu, Lulu Genro e Vila Rica.

 

Texto e fotos: Márcio Brasil/Prefeitura de Santiago