Santiago contra a dengue| Secretaria de Saúde pede que população faça a sua parte

Santiago contra a dengue| Secretaria de Saúde pede que população faça a sua parte

Até o momento, Santiago registrou 92 casos confirmados de dengue, com 176 casos descartados após investigação, totalizando 270 notificações. Dos casos confirmados, 14 são de pessoas residentes em outros municípios.

Para combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, a Secretaria de Saúde de Santiago reorganizou os agentes de endemia para atuar em conjunto com as Estratégias de Saúde da Família (ESFs) Maria Alice Gomes, João Evangelista, Vila Rica, Carlos Humberto, São Jorge e Vila Nova. As ações também incluem vistorias nos bairros Missões, Monsenhor Assis, Riachuelo, Itu, São Vicente e Santiago Pompeo.

A secretária de Saúde, Silvana de Oliveira, faz um apelo à comunidade para que colabore com as ações de prevenção, identificando e eliminando pontos de água parada que servem como criadouros para o mosquito. "A dengue é uma doença séria que pode levar à morte, e a prevenção é a melhor forma de combatê-la", alerta a secretária. Considerando a frequência de chuvas, os pontos de água parada se multiplicam e é preciso estar atento a isso.

 

Medidas de Prevenção:

  • Elimine os criadouros do mosquito: lixeiras, pneus, vasilhas e outros recipientes que podem acumular água.
  • Mantenha as caixas d'água tampadas e limpe-as regularmente.
  • Use repelente contra mosquitos.
  • Consulte um médico se apresentar sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor muscular e manchas no corpo.